Categorias
Educação

Como saber se Deus aprova o meu namoro?

É inevitável quando se conhece alguém, questionar se o namoro ou o casamento é aprovado por Deus. Afinal, é uma dúvida pertinente, principalmente para jovens que estão entrando aos poucos no relacionamento.

Para saber e entender as nuances da aprovação de Deus e do namoro, é preciso compreender a palavra de Cristo. Em Gênesis (2:18), temos:

Então o Senhor Deus declarou: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele al­guém que o auxilie e lhe corresponda”. (Gênesis 2:18)

Com isso, sabemos que o homem jamais poderá estar só, disponibilizando-se a trazer, consigo, em sua caminhada o seu grande amor; a futura esposa e progenitora dos filhos. Contudo, como saber quando o relacionamento é aprovado por Deus?

Como descobrir se o namoro é aprovado por Deus

O namoro só é aprovado por Deus quando ambos são devotos do Senhor. Isso é de praxe e precisa ser definido antes da relação se aprofundar. Portanto, os dois devem concordar em entregar o relacionamento para Deus, a fim de tê-lo abençoado.

Dessa maneira, é necessário compreender o namoro como o princípio do casamento, uma espécie de “treinamento” e assim integrar a Deus e a si um relacionamento amplamente abençoado.

Deus define a imoralidade sexual

Assim que o namoro for consolidado com entendimento mútuo de entrega a Deus e ao Seu propósito, a imoralidade sexual jamais deve prevalecer. O desejo deve ficar em segundo plano, enquanto o objetivo deve ser glorificar a Deus.

“Fujam da imoralidade sexual. Todos os outros pecados que alguém comete, fora do corpo os comete; mas quem peca sexualmente, peca contra o seu próprio corpo. Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de vocês mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o seu próprio corpo.” (1 Coríntios 6:18-20)

Relações íntimas após o casamento

Por essa razão, as relações íntimas só deverão ocorrer depois do casamento. O casamento é a benção final do relacionamento. É o momento pontual de consolidação do abençoar a Deus.

Dessa forma, o casamento dará a permissão, aos olhos de Deus, para a relação íntima, que deverá ter como único objetivo a reprodução e nunca a exacerbação do prazer humano.

Idas à igreja juntos

Por fim, idas à igreja! Seu parceiro está de acordo com as idas à igreja? Então Deus está na relação, pois a casa do Senhor receberá aqueles que estão dispostos a se entregarem a Ele.

Categorias
Educação

Como meninos devem tratar as meninas? Este vídeo emocionante revela a resposta!

Como os meninos devem tratar as meninas? Este emocionante vídeo mostra como devem ser tratadas as damas desde pequenas.

No Cristianismo, aprendemos desde cedo a tratar damas como damas. “As mulheres igualmente sejam dignas, não caluniadoras, mas sóbrias e confiáveis em tudo”. (1 Timóteo 3:11)

As mulheres são parte importante do trabalho de um homem. Por isso, cuidar e zelar por ela é fundamental. É isto o que mostra este emocionante vídeo!

Categorias
Educação

Como combater o vício em pornografia? Como a igreja pode ajudar?

O demônio pode se apossar do ser humano das mais diferentes formas. Uma delas vêm na forma de vícios. O vício em bebidas alcoólicas. O vício em drogas. O vício em pornografia.

Pois é, pode parecer curioso, mas o vício em pornografia é real e precisa urgentemente ser combatido. No geral, os cristãos sabem dos malefícios deste problema e a libertação deste vício é feito pela conexão com Deus.

Contudo, como fazer essa ponte com o Senhor? Como conseguir o seu perdão por pecar a este nível? Como ajudar pecadores que submetem a consumir pornografia e tornarem-se viciados neste tipo de conteúdo?

Tentaremos responder a estas dúvidas uma a uma, a fim de ajudar os cristãos e fiéis a Deus a combater este mal que assola a humanidade e insistentemente é propagado.

Como fazer a ponte com o Senhor e livrar-se da pornografia?

O primeiro passo é ser honesto com o seu pecado. Buscar o amparo do padre, confessá-lo e assim libertar da alma o peso carregado pelo vício. Não esconda, pois o pecado sempre crescerá na escuridão. Traga esse malefício para a luz.

A partir da confissão, o sentido da ação torna-se mais leve e assim é possível entender melhor os caminhos para essa ponte com Deus. A confissão é o primeiro passo. O segundo passo é trabalhar para eliminar a pornografia do dia a dia.

Como conseguir o perdão de Deus ao cometer o pecado de consumir a pornografia?

Ler, orar, se desmanchar, conversar, confessar, planejar e assumir as melhores práticas. Portanto, leia a bíblia, ore para Deus em uma conversa sincera, desmancha do seu cotidiano o vício em pornografia, confesse ao padre os seus avanços e recaídas, planeja as ações para mudar o momento atual e assuma as suas culpas.

Lembre-se: o pecado sempre crescerá nas trevas e é dela que precisamos fugir – ou nossa alma estará eternamente condenada.

Como ajudar outros pecadores a livrarem-se da pornografia?

É importante tornar a fraqueza algo comum. Somos pecadores por natureza. Jesus se sacrificou por nós. Todos nós. Confessarmos nossos pecados, portanto, é parte do nosso agradecimento a quem tanto fez por nós.

Estar disposto a ajudar quem afundou-se no pecado da pornografia é essencial. O julgamento é de Deus. Ele é o único capaz de julgar. De nossa parte é imprescindível estender a mão e auxiliar, seja a maneira que for. 

Pelo combate à pornografia

Caso esteja sofrendo com o pecado da pornografia ou conheça alguém que esteja nesse mal, é importante levá-lo à igreja, orar em conjunto e confessar este malefício ao padre de confiança.

A salvação está em Deus e é essencial ouvir as Suas palavras por meio da Bíblia para, assim, conseguir se desvencilhar do vício mortífero e condenatório da pornografia.

Categorias
Educação

Como o conteúdo católico pode transformar a sua vida?

Você já deve ter lido muito sobre conteúdo católico e as maneiras que a salvação pode atingir o ser humano. Através de Deus, é possível se conectar com o seu interior, ligar-se a Deus e assim conseguir alcançar a benção suprema.

Mas como é possível consumir conteúdo católico da maneira correta? Existem muitas maneiras para alcançar a graça devida, as melhores bênçãos e assim se aproximar do Salvador.

Primeiramente, uma oração para começar e, logo em seguida, estar presente em canais que sejam responsáveis e alinhados ao conteúdo católico. Assim, filmes, séries, textos, testemunhos, notícias e educação católica encabeçam a lista de conteúdos a consumir.

Além deles, claro, os milagres, sem esquecê-los. Afinal, são as confirmações das ações de Deus na Terra e em como a sua influência pode também acarretar e influenciar a todos nós.

Quais conteúdos católicos devo consumir?

Existem diversos conteúdos católicos distribuídos pela internet e de fácil acesso a todos. Podem ser filmes, orações, citações da Bíblia ou ainda livros comprados na internet, como também cursos.

Aqui, no Santidade Católica, e nas demais plataformas sociais, buscamos levar o mais diverso tipo de conteúdo possível para os leitores, a fim de conectá-los cada vez mais com Deus.

Você pode acessar, através do nosso canal do YouTube, os melhores filmes e séries, bem como trechos de palestras emocionantes para inspirar o dia de hoje e amanhã. Não perca tempo e acesse!

Como o conteúdo católico pode transformar a vida das pessoas?

Atualmente o conteúdo católico não se restringe apenas à Igreja. Com o advento da tecnologia, a aproximação com Deus foi facilitada. Temos, assim, diversas maneiras de nos mantermos conectados com o Todo Poderoso através da própria internet.

Leituras de blogs, testemunhos, orações, milagres e muito mais! O conteúdo católico pode (e deve) ser consumido diariamente. Com a internet ele ficou ainda mais acessível, principalmente para quem busca algo de qualidade ímpar.

São muitas as pessoas que possuem a vida transformada por meio do conteúdo católico. Por essa razão, é fundamental que se crie uma comunidade reforçada, envie orações, milagres e testemunhos a quem se ama. Afinal, você pode mudar a vida de uma pessoa com um texto.

Até porque é isso o que a Bíblia nos propõe dia após dia. Então, quer mudar a vida de alguém hoje? Não deixe de compartilhar tudo o que lê!

O que a Igreja Católica ensina a todos nós cristãos?

A Igreja Católica nos ensina que somos iguais perante os olhos do Senhor. É este o ensinamento e a filosofia principal que cerca o conteúdo católico. Demonstrar que, nos olhares atentos de Deus, não há diferença entre todos nós, irmãos em Cristo. Por essa razão, é fundamental que tenhamos este carinho pelo próximo e estejamos juntos para mudar a vida de cada um.

A insistência pela aptidão e adoção do Cristianismo é uma tarefa árdua, mas a recompensa é eterna. Por essa razão, não deixe de espalhar a palavra, trazer pessoas para perto e assim convertê-las em fiéis.

Para alcançar tal conquista, somente através de conteúdo católico. Ele é o elo de transformação e a ponte necessária para virar uma vida fadada ao inferno diretamente para o céu!

Quais são as doutrinas ensinadas como conteúdo católico?

A doutrina Católica foi deixada como ensinamento por Jesus Cristo para que todos nós, pecadores, pudéssemos encontrar a salvação. Alcançar a Salvação e evitar a danação eterna é parte importante do conteúdo católico, que visa direcionar à luz, quem procura pelo conforto do colo do Senhor.

Quais os valores defendidos pela Igreja Católica?

Na constituição do conteúdo católico, existem valores defendidos especificamente pela Igreja, que são:

  1. Dignidade do ser humano que cultua a Deus e sua imagem;
  2. Respeito à vida do outro;
  3. Princípio de associar;
  4. Princípio de participar;
  5. Ser solidário;
  6. Princípio da Subsidiariedade;
  7. Promover o bem comum;
  8. Destinar universalmente os bens e as riquezas;

O que é a doutrina social da Igreja Católica e como ela serve como conteúdo católico?

A doutrina social da Igreja (DSI) envolve o conjunto de ensinamentos praticados pela Igreja Católica. Por meio dela, será definido todo e qualquer conteúdo católico direcionados aos fiéis, com intuito de somar na crença, elevar a fé e, claro, estreitar a ligação a Deus.

Como consumir conteúdo católico na internet

O consumo de conteúdo católico deve ser feito através de sites como o Santidade Católica, CNBB e tantas outras. Existem uma infinidade de opções, sem contar, claro, os canais no YouTube e as convencionais rádio e televisão.

De qualquer maneira, consumir o conteúdo católico é parte importante do processo de intimidade com o Senhor. Isso porque, somente a partir do conhecimento, se alcançará a Salvação para a eternidade.

Categorias
Educação

Como salvar o meu casamento? 10 erros que você pode estar cometendo

Diariamente, centenas de mulheres buscam solução para salvar o próprio casamento. Afinal, como driblar os problemas do matrimônio, evitar os erros e assim manter o casal feliz. O primeiro passo é reconhecer os próprios erros. É a partir deles que será possível descobrir as soluções.

Você pode estar cometendo alguns erros básicos no seu casamento, que podem culminar no seu fim. Quer saber como resolvê-los? Bom, primeiro vamos conhecê-los. Está disposta? Venha conosco!

10 erros que podem estar sendo cometidos no seu casamento

  1. Querer mudar a personalidade do parceiro;
  2. Criticar o parceiro cotidianamente;
  3. Falar mal do marido com outras mulheres;
  4. Focar sempre nos aspectos negativos do marido;
  5. Guardar segredos e não ser aberta na relação – mesmo que ele seja fechado;
  6. Cair na infidelidade, que abrange vários tipos (atração, desejo e ato);
  7. Buscar outros interesses para “fugir” do parceiro;
  8. Não perdoar os erros do marido;
  9. Ser controladora com as liberdades do parceiro;
  10. Não manifestar os sentimentos e evitar declarações;

Como salvar o casamento e evitar os erros?

Para salvar o casamento, é necessário que alguém possa ceder. Você está disposta a ceder? Então saiba que tem tudo para dar certo e assim deixar os maus momentos no passado. O primeiro passo é perdoar qualquer ato feito pelo marido. Ser aberto sobre os erros cometidos e sobre os pensamentos impuros ajudam a liberar todo o mal que há internamente.

O segundo passo é abdicar de soluções mágicas e focar no amor em Deus. Afinal, o Senhor abençoou a relação e ele será capaz de salvá-la. “Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe”, tal como disse Mateus, no capítulo 19, versículo 6. Agir como um só é o passo primordial para fazer o casamento voltar aos trilhos. Deus, portanto, será o guia das ações do casal. Será o elo entre vocês dois e direcionará o mal para longe da relação.

Já o terceiro e último passo é visitar a igreja e fazer orações diárias, juntos. Não há necessidade de ser uma oração longa, mas sim uma prece rápida para agradecer a Deus pela proteção à relação e, dessa maneira, contornar a tempestade, para, juntos, encontrarem os raios de Sol. Juntos e com amor em Deus.

Categorias
Educação

Os pecados que podem te levar para o inferno; solução é revelada

Você sabe como pode salvar a alma de um destino no inferno? Saiba que você não precisa ter esta condenação. O primeiro passo é saber que há a punição para os pecados.

Em segundo, é conhecer cada um deles, para evitá-los ao máximo. Afinal, as tentações existem, não é mesmo? Como, então, driblá-los e assim evitar a danação eterna no inferno? 

7 pecados que podem te levar ao inferno

Vamos conhecê-los para evitá-los? Então confira os sete pecados que prejudicarão a sua vida e podem ser te colocar como destino eterno, o inferno. 

Mentir é pecado?

Mentir é um pecado! Isso porque mentir é contrariar a verdade e a Verdade é Deus. Portanto, não minta! Jamais falte com a verdade e assim evite a punição divina.

Imoralidade sexual

Não podemos pecar com nossos corpos. Afinal, Deus nos criou, formou nossos membros e criou a nossa dignidade para respeitarmos a nós mesmos e, consequentemente, a Deus.

Roubar

Um dos mandamentos mais conhecidos: Não roubarás! Roubar não é aceitável em nenhuma escala. Portanto, não furte o que não te pertence.

Vícios 

Beber não é um pecado, mas em excesso e fazer disso uma vida, sim. Qualquer tipo de vício é condenável e é sempre encarado como um pecado.

Gula

Tudo deve ser desfrutado com moderação. Coma o suficiente, alimente-se para manter-se saudável e não exagere, pois isso é um pecado.

Vingança

A justiça dos homens, por vezes, pode não ser a mais justa. Contudo, a justiça divina nunca falha. Não se vingue. Deixe a punição a cargo de Deus no final.

Assassinato

Qualquer tipo de assassinato é condenável. Não se pode tirar a vida de alguém. Afinal, toda a vida é gerada por Deus e os homens jamais devem se sobrepor à vontade divina para colocar fim a uma obra do Senhor.

Como evitar os pecados e o inferno?

Evitando pecar!

Contudo, os humanos não são perfeitos e Deus sabe muito bem disso. Para evitar a danação e o destino ao inferno, é essencial arrepender-se dos pecados cometidos e ser sincero consigo mesmo.

Se você se arrepende dos pecados, pode ter certeza que Deus o perdoará e evitará sua ida para o inferno. Seja sincero consigo, faça as devidas orações diárias e sempre busque o caminho para o Senhor.

Categorias
Educação

Você sabe a grande importância de ser padrinho ou madrinha? Veja!

É sempre um prazer e um presente maravilhoso receber o convite para apadrinhar alguém. Isso porque é um serviço de amor, doação e exemplo. Os afilhados são nossos “filhos emprestados” com o amor e a graça de Deus.

Mas você sabe exatamente o que isso significa? Se você recebeu um convite para ser padrinho ou madrinha saiba que sua responsabilidade agora é eterna. 

Portanto, vale a pena alguns aprendizados valorosos para tornar essa tarefa um exemplo para toda a vida.

As missões de ser padrinho ou madrinha

Quando se é convidado para ser padrinho ou madrinha, é necessário o testemunho da vida através do currículo. Portanto, é sempre importante um checklist para saber ser o melhor para o afilhado ou afilhada. 

Seja o exemplo em vida

Você precisa servir de exemplo e ser o caminho para o seu afilhado na vida. É através dos padrinhos e das madrinhas que ele encontrará o caminho através do olhar de Cristo.

Presenteie, mime e eduque

O presente principal é o afeto e o carinho, o acompanhamento sincero nas mais diversas fases da vida e a educação para ele aprender. Mimar é também acalentar e estar disponível para aquele colo necessário em momentos difíceis.

Você não é pai ou mãe

O dever de um padrinho ou madrinha é acompanhar a missão dos pais e auxiliá-los nos cuidados básicos. É a necessidade de aumentar a família e abarcá-la em um grande grupo espiritual unido pela fé em Deus.

Compartilhe o melhor de você

Padrinhos compartilham a fé. Por isso, é preciso estar cada vez mais presente em cerimônias da igreja e assim iluminar os afilhados com a Palavra de Deus e acompanhá-lo nos momentos de escuridão.

Seja o que você ensina

“Faça o que eu digo e faça o que eu faço.” 

É assim que a função de padrinho deve reger e se comprometer na fé. É necessário passar adiante as vivências e incorporar ao seu legado o que é levado pela vida. Evitar, portanto, hipocrisias ou falsos moralismos é fundamental.

Sempre próximo

Crie laços afetivos reais com o afilhado e a família. Compartilhe tempo juntos, brinquem enquanto criança e conversem quando maduros. Aprofunde-se na relação e seja o porto seguro necessário e a ponte para o contato com Deus.

Assuma a responsabilidade e o compromisso

O batismo abre as portas ao batizado, tornado a criança parte da igreja e um leal filho de Deus para a eternidade. A vocação de um padrinho ou madrinha, portanto, é um compromisso para a vida toda.

Dessa maneira, quem aceita este desafio e a responsabilidade o deve fazer para sempre. Seja nos momentos práticos da infância, seja nas orientações do futuro. Com Deus como orientação, o trabalho de padrinho ou madrinha terá início no batizado e se estenderá para toda a vida.

Categorias
Educação

Como Deus foi a salvação para a minha vida?

Deus entrou na minha vida despretensiosamente. Tudo o que eu lia ou que me era passado não me interessava. Eu ignorava os seus chamados e me mantinha recluso, nos meus pecados diários e completamente destoante da mensagem de Deus. 

Foi então que comecei a ler sobre seu querido filho, Jesus, a quem passei a me interessar. Lia suas palavras, os seus versos, os seus conselhos e ele sempre me foi muito agradável. Deus ainda estava um pouco distante para mim.

Então comecei a ir até a Igreja e me perguntava como aquele lugar me aconchegava tanto. O padre, que se aproximou de mim, viu que eu era alguém novo no local, disse que na casa de Deus todos éramos bem-vindos.

O sorriso foi imediato e senti o calor no coração e tudo o que me era passado começou a fazer sentido. O que antes eu lia e não me fazia sentido agora tinha uma razão; uma explicação ao fundo.

Eu permiti que Deus me confortasse e a ele eu zelei. Foi seu aconchego, seu carinho e seu acolhimento que me fizeram ser seu fiel filho e a ele que, desde então, passei a entregar minha vida e devoção.

Deus salvou minha vida

As orações viraram rotina e eu pude dormir noites mais tranquilas, com a certeza de que eu tinha um caminho, uma missão e uma razão: servir a Deus. Frequentava a minha Igreja sempre que possível.

Com o passar do tempo fiz ações sociais, propaguei a mensagem de Deus e até trouxe alguns comigo. Deus salvou minha vida, pois me deu um norte. Foi através dele que descobri minha razão de viver e minha missão enquanto vivo. 

Servir ao Senhor virou muito mais do que uma razão, no final das contas, tornou-me parte Dele. E a ele eu seguirei servindo até quando eu não puder mais. Dedicarei cada dia, cada oração e cada mensagem a Ele.

Portanto, faça você também! O esforço sempre será recompensado. Faça sua oração noturna, reze para o seu Santo Milagreiro e, o mais importante, abrace Deus e deixe que o Seu amor faça fluir e contamine quem está à sua volta.

Permita que Deus salve a sua vida como Ele salvou a minha. Amém!

Categorias
Educação

Devemos combater o pecado com adoração

Todos os nossos comportamentos pecaminosos têm poder suicida para a capacidade de promover esse comportamento. Quando você peca com o coração, esse tipo de pecado paralisa a razão. Quando você peca com emoções, esse pecado paralisa suas emoções. Quando você peca com sua própria vontade, esse pecado destruirá sua força de vontade e autocontrole.

O pecado é o ato de suicídio do self contra si mesmo. O pecado destrói a liberdade, porque o pecado é uma força da escravidão. Em outras palavras, o pecado tem um efeito poderoso porque sua liberdade – a liberdade de desejar a bondade, desejar a bondade e a liberdade de pensar e compreender a bondade – foi completamente destruída.

Com o pecado, você perderá cada vez mais liberdade. O pecado destrói seus pensamentos, destrói suas emoções, destrói sua vontade. Todo pecado é um vício. Quer seja amargura, ciúme, materialismo, preguiça, impureza – toda atitude pecaminosa se torna um vício.

Cada atitude pecaminosa traz um poder para sua vida, assim como o vício, o poder do círculo vicioso começa a funcionar. Em outras palavras, no caso específico do vício em drogas ou álcool, voyeurismo ou vício em sexo, um microcosmo de como você é realmente culpado em geral. Você sabe como funciona o vício.

Começa assim: Existe algum tipo de decepção ou dor de cabeça em sua vida. Portanto, você opta por trabalhar com um agente para lidar com essa dor; pode ser sexo, pode ser drogas ou pode ser álcool. O agente promete superá-lo. O agente promete liberdade, uma sensação de ser controlado, uma sensação acima de tudo, uma sensação de liberdade, uma sensação de fuga.

Então você faz. Mas quando você o faz, quando você usa agentes viciantes para lidar com a vida, a armadilha está armada.

O que fazer para combater o pecado?

O pecado deve ser combatido com as mesmas ações que nossos pais e avós praticavam: adoração, visitas à Igreja, orações e muita fé. Somos seres imperfeitos. E, tal qual seres imperfeitos que somos, precisamos reconhecermos a nós mesmo como pecadores. Portanto, reconhecendo-se como o pecador que é, agora torna-se possível buscar o auxílio e o amparo de Cristo.

Visitas dominicais a Igreja não são o ideal, mas já são o suficiente. Para compensar, por que não orar durante as noites? Separe alguns minutos do seu dia para orar para o seu Santo Milagreiro, converse com Cristo, faça os seus pedidos e disponha-se a servi-lo.

Somente assim será possível contornar os pecados, as tentações e então conquistar o perdão de Cristo.

Categorias
Educação

Meu filho não quer mais participar da igreja; O que fazer?

Muitos pais ficam confusos em relação a qual decisão tomar quando os próprios filhos não querem participar da igreja. Sendo assim, eles ficam sem saber o que fazer.

O primordial é manter sua fé alicerçada. Seja um pai ou uma mãe firme na fé. A oração deve ser o pilar que sustenta a sua família. Se alimentar diariamente pela Palavra de Deus é extremamente importante. Alimente sua fé também pela Eucaristia que você comunga enquanto vai à missa. Quanto mais vezes na semana você puder ir, melhor.

Jejum e oração

Obrigar seu filho ir para à igreja não vai resolver a situação. Você precisa ter pulso firme, sim, mas acima de tudo precisa ter fé. Por isso, faça jejum em prol do seu filho. Um dos pedidos de Nossa Senhora é o jejum. Os pais podem e precisam jejuar pelos filhos. Em quase todas as aparições, a Santa pede penitência.

Santa Rita de Cássia, ao descobrir que os filhos adolescentes estavam recebendo treinamento do tio para vingar a morte do pai, fez uma súplica a Deus assim:

“Senhor, se meus filhos forem cometer este pecado mortal, leve-os antes”

Não é fácil fazer uma oração como esta, porém, funcionou. Uma peste chegou na região em que moravam e acometeu a muitos. Inclusive, os filhos dela adoeceram e precisaram ser cuidados por sua mãe. Diante da situação, os filhos decidiram pedir perdão pelo mal que planejavam cometer.

A doença contagiosa matou os filhos dela, antes que eles cometessem o assassinato. Sendo assim, Santa Rita endereçou aos seus filhos a oração de São Domingos: “Antes morrer do que pecar”.

Não afaste os filhos da Igreja, aproxime-os

O correto é não fazer com que eles sintam raiva ou ódio da fé que você professa. A fé não pode ser enfiada goela abaixo. O que pode funcionar é viver o que prega. Pelo exemplo os seus filhos se achegarão e amarão a Igreja da mesma forma que você ama.

Infância

Desde a infância do seu filho introduza-o na Igreja. Mostra a ele com carinho a fé que você tem. Não haja com soberba. Mostre que você serve um Deus de amor e compaixão. Leia histórias bíblicas. Se você precisa ler uma história para ele pegar no sono, porque não ler então uma história que fala sobre Deus?  Assim, desde sempre ele vai aprendendo sobre a doutrina e todo o seu amor.

Meu filho adolescente não quer ir à Igreja

Bom, se você introduziu o seu filho na igreja, seguiu todos esses passos, e agora que ele entrou na adolescência, não quer mais frequentar, então peça a Deus por sabedoria. Faça orações solicitando que o anjo da guarda do seu filho ou filha interceda. Reze por constante intercessão de Nossa Senhora Aparecida.

Lembre-se que o primeiro passo é amar. Ficar com raiva do seu filho por esse motivo vai apenas mantê-lo afastado. Ele precisa encontrar nos pais, o amor. A realidade é que não existe um manual 100% eficaz. Você pode fazer tudo certo, e mesmo assim ele usar o livre arbítrio para seguir em um caminho diferente.

Incentive ele desde sempre a participar de grupos jovens da Igreja, isso pode ser um grande aliado nessa grande missão.