segunda-feira, 30, janeiro 2023
InícioEducaçãoDevemos combater o pecado com adoração

Devemos combater o pecado com adoração

Todos os nossos comportamentos pecaminosos têm poder suicida para a capacidade de promover esse comportamento. Quando você peca com o coração, esse tipo de pecado paralisa a razão. Quando você peca com emoções, esse pecado paralisa suas emoções. Quando você peca com sua própria vontade, esse pecado destruirá sua força de vontade e autocontrole.

O pecado é o ato de suicídio do self contra si mesmo. O pecado destrói a liberdade, porque o pecado é uma força da escravidão. Em outras palavras, o pecado tem um efeito poderoso porque sua liberdade – a liberdade de desejar a bondade, desejar a bondade e a liberdade de pensar e compreender a bondade – foi completamente destruída.

Com o pecado, você perderá cada vez mais liberdade. O pecado destrói seus pensamentos, destrói suas emoções, destrói sua vontade. Todo pecado é um vício. Quer seja amargura, ciúme, materialismo, preguiça, impureza – toda atitude pecaminosa se torna um vício.

Cada atitude pecaminosa traz um poder para sua vida, assim como o vício, o poder do círculo vicioso começa a funcionar. Em outras palavras, no caso específico do vício em drogas ou álcool, voyeurismo ou vício em sexo, um microcosmo de como você é realmente culpado em geral. Você sabe como funciona o vício.

Começa assim: Existe algum tipo de decepção ou dor de cabeça em sua vida. Portanto, você opta por trabalhar com um agente para lidar com essa dor; pode ser sexo, pode ser drogas ou pode ser álcool. O agente promete superá-lo. O agente promete liberdade, uma sensação de ser controlado, uma sensação acima de tudo, uma sensação de liberdade, uma sensação de fuga.

Então você faz. Mas quando você o faz, quando você usa agentes viciantes para lidar com a vida, a armadilha está armada.

O que fazer para combater o pecado?

O pecado deve ser combatido com as mesmas ações que nossos pais e avós praticavam: adoração, visitas à Igreja, orações e muita fé. Somos seres imperfeitos. E, tal qual seres imperfeitos que somos, precisamos reconhecermos a nós mesmo como pecadores. Portanto, reconhecendo-se como o pecador que é, agora torna-se possível buscar o auxílio e o amparo de Cristo.

Visitas dominicais a Igreja não são o ideal, mas já são o suficiente. Para compensar, por que não orar durante as noites? Separe alguns minutos do seu dia para orar para o seu Santo Milagreiro, converse com Cristo, faça os seus pedidos e disponha-se a servi-lo.

Somente assim será possível contornar os pecados, as tentações e então conquistar o perdão de Cristo.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments